sábado, 22 de outubro de 2011

Arte Japonesa

Oi amigos, boa noite.
Hoje começo a dividir com vocês algumas das coisas que vi no Japão.
Vou começar com uma das coisas mais bonitas que vi por lá, são verdadeiros mestres e espalharam essa arte pelo mundo.
Mesmo aqueles que não gostam acabam se rendendo diante de tanta beleza.
Então vamos deixar de papo e curtam um pouquinho dessa arte japonesa.
Espero os comentários de vocês.
Até breve, segue o vídeo.


video

terça-feira, 18 de outubro de 2011

12 Anos de Mais Você

Boa noite amigos e leitores, desculpem o tempo que fiquei sem escrever aqui no Blog.
Prometo escrever alguma coisa por aqui pelo menos uma vez por semana, assim teremos sempre o que comentar.
Hoje peço licença pra comemorar com vocês 12 anos de história, na verdade mais um capítulo da minha história, afinal são 38 anos de vida, nesses 38 anos já se vão alguns capítulos.
Mas esse capítulo é muito especial, primeiro porque essa festa tem um gostinho de vitória muito especial, de realização pessoal e profissional, desculpem a falta de modéstia, mas considero uma história do mais absoluto sucesso.
Nesses 12 anos foram alguns tombos, tropeços e decepções, mas muito mais alegrias e momentos realmente especiais.
Tive a oportunidade de conhecer muita gente famosa e isso é um sonho pra maioria das pessoas, mas não se iludam meus amigos, algumas delas eu preferia não ter tido o "prazer" de conhecer. Vocês já devem ter ouvido muitas histórias sobre esse pessoal de televisão, e acreditem meus amigos, muitas delas são verdadeiras.
Mas não vou perder meu tempo falando de gente que definitivamente não vale a pena, mas vou sim agradecer aos que realmente se fizeram especiais, seja pelo talento, seja pelo carisma ou simplesmente pelo sorriso e pelo bom dia sincero dispensado com carinho ao nosso amiguinho Louro José e a esse humilde braço que vos escreve, muito obrigado.
Quero aproveitar a oportunidade e agradecer muito a vocês, meus amigos sinceros, que são de verdade a razão e combustível desses 12 anos de sucesso, isso mesmo, porque não adianta nada nosso esforço, trabalho ou talento se não formos aceitos por vocês. Obrigado pelo carinho, pela companhia e pelas críticas que fizeram com que eu pudesse melhorar meu trabalho dia após dia. Sinceramente não sei por mais quanto tempo vamos estar juntos nessa jornada, mas prometo, seja o quanto for esse tempo farei com o mesmo carinho e qualidade que tenho feito pelos últimos 12 anos.
Obrigado aos meus amigos e parceiros que dividem comigo esses 12 anos de trabalho e diversão.
Obrigado aos meus filhos Adrian, Amanda, Diego e Alissa por se orgulharem de mim pelo que sou como pai e pelo trabalho que faço.
Obrigado a minha esposa Alessandra por dividir comigo os momentos de alegria e de tristeza, as vitórias e as derrotas, por me encorajar quando faltou coragem, por me animar quando rolou desânimo, por carregar minhas baterias sempre que precisei e preciso, por ser minha companheira e minha cúmplice, e por entender minha ausência quando essa se fez necessária, e olha que não foram poucas vezes.
Por hoje é isso, parabéns pra todos nós nessa data querida!
12 anos de Mais Você, 12 anos de TV Globo.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

É cada uma...

Oi galera, boa noite e mais uma vez muito obrigado pelas visitas e pelos comentários aqui no nosso blog.
O motivo da minha postagem de hoje é o aumento do IPI, mas o problema não é o aumento do imposto em si, afinal com isso nós já estamos acostumados. O problema é o motivo desse aumento. Se eu entendi direito é o seguinte; fábricas chinesas e coreanas trouxeram para o Brasil carros a preços muito mais baixos do que os praticados pelas montadoras nacionais, até aí tá certo? Resultado, essas fábricas passaram a vender muito mais unidades do que as ditas montadoras nacionais, claro que sim, quantas pessoas economizaram anos pra conseguir comprar seu carrinho, quantas teriam que economizar mais alguns anos se não fossem essas fábricas coreanas e chinesas que trouxeram carros a preços muito mais baixos? Quantas outras não poderiam comprar um carro novo nunca? Muito bem, mas esse benefício trouxe um problema, as montadoras nacionais passaram a vender cada vez menos, afinal seus carros são muito mais caros e em alguns casos nem tem todos os itens de série que os importados tem. Agora eu cheguei onde eu queria e vocês vão entender, o governo numa situação dessas o que faz? Aumenta o IPI, e porque? Para esses carros importados ficarem mais caros e se igualarem aos nacionais mais caros. Que porra é essa? Será que o certo não seria o contrário? Diminuir o IPI e nivelar o valor dos carros nacionais aos seus equivalentes importados? Porque será que o governo e os nossos políticos tem sempre que jogar areia quando alguma coisa boa acontece? Me parece que eles estão sempre contra a gente e em benefício próprio, sempre. Saúde, educação e segurança pública nesse país são uma vergonha. Mas o pior de tudo é constatar que a culpa dessa e de outras que acontecem todos os dias, é nossa. Isso mesmo meus amigos, a culpa dessa merda toda é nossa, que somos os responsáveis por ter esse tipo de representantes, somos nós que votamos e escolhemos esse tipo de gente pra nos representar, enquanto não acontecer uma renovação política nesse país isso vai continuar acontecendo sem que possamos fazer nada. O Brasil é um dos 24 países onde o voto é obrigatório, em outros 205 o voto é facultativo, vocês sabiam disso? Porque será? Vamos pensar um pouco nisso e ter a consciência que só depende de a gente mudar, pra tudo mudar.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

A Origem (Oficial)

Antes de qualquer coisa quero agradecer muito o carinho e a atenção de vocês com meu blog, uma das melhores coisas que me aconteceu nesses anos todos de trabalho como Louro José foi o tanto de amigos que conquistei e que pretendo manter. Muito obrigado pela amizade de vocês.
Muita gente tem curiosidade de saber como surgiu o Louro e como eu fui parar embaixo dele, no bom sentido, então hoje vou contar a versão oficial:
Eu trabalhava como produtor do programa Note e Anote que era exibido pela Rede Record, naquela época o programa começava depois da programação infantil que era na parte da manhã. Nós tínhamos uma audiência muito boa, mas o que acontecia no começo do programa? Havia uma troca de telespectadores, as crianças saiam da frente da televisão pra liberar para os pais e para as mães, mas isso levava algum tempo pra se consolidar, então no começo do programa a audiência caia um pouco. Foi aí que um belo dia a Ana Maria teve uma ideia muito legal, criar um personagem interessante também para as crianças pra participar da abertura do programa, isso iria segurá-las na frente da telinha um pouco mais e faria com que a troca dos telespectadores ou da audiência acontecesse mais suavemente e sem alterar nossa média no Ibope. Ela pensou em tudo, um papagaio porque realmente fala, e ela tem o Louro José de verdade que vive hoje na fazenda dela, o primeiro desenho ou esboço de como seria o boneco foi a própria Ana quem fez. Resolvido o que e como seria partimos para a execução, convidamos um artista especializado na confecção de bonecos para que desse a forma final ao nosso Louro e assim foi feito. Quando tudo parecia resolvido lá vem a Ana Maria com mais uma novidade, ela não queria contratar um ator ou um manipulador profissional de bonecos para dar vida ao Louro, ela queria que cada dia um integrante da produção fizesse isso, assim foi feito e na manhã do dia 6 de março de 1997 lá estava ele pra fazer a sua estréia, ou pra nascer para o mundo. Nos primeiros três ou quatro dias de vida o Louro passou pelas mãos de umas duas pessoas da produção, que eu me lembre. Só que na verdade o pessoal da produção não estava querendo muito encarar esse novo desafio, não por falta de vontade, mas é que a galera dos bastidores de um programa de televisão normalmente não se sente muito a vontade na frete das câmeras. Rolava aí então uma dificuldade em saber quem seria o próximo a dar vida ao Louro, e é aí que eu entro nessa história. Depois do programa nos reuníamos na produção para afinar e definir o programa do dia seguinte. Foi quando peguei o Louro pra brincar com a galera da produção e a Ana Maria assistia quietinha do lado de fora sem que eu tivesse visto, de repente ela entra na sala dando risada e me deixando super sem graça me diz que no dia seguinte o escolhido pra dar vida ao Louro José seria eu. Eu que nunca tinha feito isso na vida, que morria de vergonha de aparecer diante das câmeras. Bom, o resto da história vocês já sabem, hoje aqui estamos nós dois coexistindo num mesmo corpo ou nos dividindo em dois corpos, não sei explicar como isso deu tão certo, de uma coisa eu tenho certeza, o Louro José tem sua alma, sua luz própria, acho que ele só precisava de alguém que o apoiasse e que lhe desse as mãos para que ele pudesse existir, e fui abençoado por ter sido escolhido para fazer isso. Obrigado amigo Louro José e obrigado Ana Maria, você é foda mesmo!

A Estréia

3 horas da manhã e eu aqui tentando me recuperar do "confuso" horário da viagem de volta que fizemos pro Japão, viagem incrível que comentarei depois. Ligado no Skype e plugado na minha mulher Ale Veiga, como sempre. Depois de bisbilhotar na vida dos outros no Facebook, depois de conversar muito com minha musa sobre todos os assuntos inclusive os domésticos, depois de concluir várias fases do jogo Fable III no meu parceiro, o X Box 360 resolvemos que eu teria um blog.
Dito e feito e aqui está ele.
Não tenho nenhuma intenção de me tornar um escritor e nem um blogueiro da moda, desses que quase todo mundo lê, nem pretendo ficar aqui de plantão comentando tudo que acontece por aí, mas a cada vez que eu tiver algo pra dizer, seja bom ou ruim, escreverei aqui.
Só mais uma cosia, não vou ficar fazendo o politicamente correto aqui não, vou escrever e comentar o que me der na telha com a ajuda do meu consultor intelectual e parceiro de trabalho o Louro José.
Por hoje é só mas prometo que em breve discutiremos vários assuntos por aqui.
Abraço e até breve.